Ei, pô, vai melhorar :)

E aí, minha gente, beleza?

Eu apareço aqui só de tempos em tempos, né? E hoje me deu uma vontade danada de escrever. É que – pra variar – eu tenho andado bem ocupada com as tretas da vida, e bem estressada também, pra ser sincera. Desde o final de julho eu tenho corrido bastante… comecei a fazer novas atividades, 2º semestre do ano sempre deixa a faculdade mais atropelada ainda, encarei uma mudança de apartamento – de novo! É, como diria a cantora Kátia: “não está sendo fácillll”. 

Eu sou bastante ansiosa e já devo ter dito por aqui que gasto muito mais tempo e energia pensando, planejando, refletindo, do que realmente executando.  E claro, não tem nada lá que eu ache muito legal em ser ansiosa. Mas nessas minhas divagações eu tava tão, mas tão estressada que eu acabei tendo crises de ansiedade, me afastei um pouco das pessoas, fiquei “sem tempo” (na verdade, não soube organizá-lo), deixei de ler meus livros, ver minhas séries, alimentei medos, enfim… fiquei na roleta-russa da ansiedade. Não que eu tenha melhorado 100%. Eu estou ansiosa até por postar esse texto, por exemplo hahahah. Mas essa história fica pra outro post… A questão é que, também pensando na correria dos últimos 2 meses, eu percebi que eu não só preciso desacelerar pra me organizar melhor, como preciso otimizar meu tempo complementando com outras coisas que me façam sentir bem. Tem pelo menos uns 3 anos que não sei o que é praticar esporte, vivo em casa, mal saio além de casa-universidade, universidade-casa… quando percebo, já tô na auto-sabotagem e tô tipo:

Resultado de imagem

E a gente cai na mesmice, né? Começa a ter medo de coisas que antigamente não tinha, começa a se preocupar por motivos antes negligenciados, começa a pensar que vai dar tudo errado, fica se perguntando “e se?”. Meu maior inimigo é o meu próprio “e se?”.

É desse jeito, Joey…

Resultado de imagem

“AAAAAAAAAAA”   

Só que aí nós também acabamos esquecendo que não precisamos ser rocha do mundo todo, não precisamos enfrentar tudo sozinhos; que não é porque tiramos uma nota baixa que não vamos conseguir melhorar, ou sei lá, provar nossa inteligência; esquecemos que têm pessoas que querem ver nosso bem de alguma forma (apesar de existirem sempre as que não querem tão bem assim… rs). A gente pira e esquece de RESPIRAR!

E o pior, nós esquecemos de que tem um cara mega apaixonado por nós nos olhando lá de cima – na nossa frente, ao nosso lado-, tentando nos mostrar que nos ama muito, que tá nos segurando pelos braços e nos dizendo “segura essa ansiedade aí, mofilhoo! Vai dar tudo certo!” ❤ ❤

Uma oração maravilhosa – independente de religião – muito usada em grupos e muito válida nesses momentos da vida é a “Oração da Serenidade”, escrita pelo teólogo e escritor americano Reinhold Neibuhr. Ela diz assim:

Concedei-me, Senhor, a serenidade necessária
para aceitar as coisas que não posso modificar,
coragem para modificar aquelas que posso, e
sabedoria para conhecer a diferença entre elas.

Respire. Lave o rosto. Beba uma água. Permita que Deus te encha de paz. Porque eu sei que as coisas não estão todas indo bem, mas em algum momento, de algum jeito, elas vão se acertar.

Não pensem que isso muda o fato de eu ser ansiosa, medrosa, ou que eu acho que é tudo muito simples e fácil. O medo paralisa mesmo. Mas além de ser uma partilha, é sempre um auto-lembrete de que… Ei, pô… vai melhorar 🙂

Fiquem com Deus! Um beijo e até a próxima!

por Vitória Regina ❤

Acompanhe o Blog também nas redes sociais:

FACEBOOK | TWITTER | INSTAGRAM

Quem escreve?

Vitória Regina, 20 anos, estudante de Psicologia; apaixonada por Deus, família e amigos. Às vezes difícil de lidar, às vezes não. Sergipana morando em duas cidades “ao mesmo tempo”; sonhadora, católica, ansiosa e desastrada. Pose de durona, mas de coração mole mole… Gosto de escrever coisas aleatórias. Viciada em livros, música (faço tudo ouvindo música), netflix, chocolate, açaí e leite (porém, intolerante :/). Um poço de sono, mas também de insônia. Ligada nos 220 volts, cheia de ideias, mas com uma dificuldade imensa de organizá-las…

“Eu sou aquilo que Deus pensa de mim.” (Santa Teresinha)

Oi, 2016! + momentos especiais de 2015 (com fotos)

Oi, pessoal. Voltei 🙂

No último post eu disse que 2015 havia sido um ano tão esquisito que merecia um post só dele. Bom, 2015 não foi um ano todo ruim, teve também muitas oportunidades bacanas e muito aprendizado.

Foi uma roleta russa, claro: conheci pessoas novas, participei de um projeto de pesquisa na universidade, fiz trabalho de campo, apliquei um pouco de Psicologia na prática; quase parei de comprar livro, prometi voltar pro blog, abandonei o blog de novo; li pouco, tive bloqueio criativo, estudei “nas coxas” por falta de foco; mudei de casa; terminei namoro, passei pela agonia de ter uma tia desaparecida por dias, e logo depois, a dor da notícia de sua morte precoce; saí do projeto de pesquisa; voltei a ouvir rádio, conheci músicas novas; tive vontade de alisar o cabelo de novo por falta de paciência, mas graças a Deus continuei na transição capilar; e no finzinho do ano voltei a fazer academia e já desisti (desculpe, André); voltei também a assistir How I Met Your Mother, comecei a ver Friends e às vezes House, Chicago Fire, Law & Order e The Big Bang Theory!

2015 foi um ano também de conquistas. Mudei pra caramba. Mudei o jeito do cabelo, o jeito de pensar e até o jeito de falar. Só não mudei mesmo o dom de pagar mico rs… A vida me afastou de algumas pessoas, mas me trouxe GRANDES e agradáveis surpresas. Mas, oooooi 2016, você já está por aqui!

Eu não sou daquele pessoal que cria várias e grandes metas para a virada de ano ou do tipo “segunda que vem eu começo!”. Eu sou meio estranha… se eu tiver de fazer algo grandioso, preciso começar, nem que seja um pouquinho, no hoje! Como dizem músicas inspiradas nos poemas de Santa Teresinha do Menino Jesus: “Minha vida é um brevíssimo segundo, é um só dia que escapa e que me foge. (…) Para amar-Te nesse mundo não tenho nada mais que hoje!”. Eu sou procrastinadora. Ou é hoje ou “depois eu faço” = nunca. Além do mais, não gosto de criar expectativas, o risco de me frustrar depois é menor.

Mas óooh, Vitória, vai ficar falando, falando, falando e não vai explicar nada?

O nome do blog é “O Caderno de Capitu”. O carro-chefe é livro, literatura. Mas chegou um tempo em que parei de ler e não tive do que falar aqui. Sendo este meu espaço, esse texto inicia uma nova categoria de posts chamada “textos de caderno”, onde falo de outras coisas mais minhas. E o blog também será mais aberto… Músicas, Séries, Filmes, Fé, Experiências… Continuará sendo algo mais voltado para o incentivo à leitura, claro, a paixão não mudou! rs

No momento, estou vivendo um momento legal… estou prestes a cortar o cabelo e terminar a transição capilar (eu tenho cabelo cacheado natural, mas fazia relaxamento por algum tempo e agora –  1 ano e 7 meses! –  estou tirando toda a química); vou começar o 5º período da faculdade (caraca, tô na metade!); algumas conquistas em família, e muito mais para agradecer a Deus.

Eu desejo a quem estiver lendo esse texto: que Deus abençoe esse ano e que ele seja maravilhoso, cheio de paz e realizações. Que o amor no mundo, nas ações, no trabalho, nas relações seja muito maior do que o ódio. Que o respeito e a paz reinem no mundo. Que diante dos problemas, haja sabedoria, paciência e resiliência. E independente de sua religião, que Deus te cubra de inúuuuumeras bênçãos!  É o meu desejo. Pra mim e pra você.

Abaixo, deixo algumas fotos de pessoas e momentos especiais em 2015 ^^

603748_10153863748314337_2870896287558963134_n

“Aniviviversário” Carmelo da Imaculada Conceição de Propriá/SE… Adriana, Francislene e Isadora. Amigas da psicologia para a vida!

10985414_897909076966904_7321940196318301262_n

Fim de tarde em Aracaju/SE

11229831_929311807159964_4190495351590932414_n

Amores das tardes de sexta! Halloween do Unit Idiomas. Teacher Lívia, Jasse, Marcela (fofa que dá vontade de bater, né Jasse?), Natalie e eu.

 

12074750_924036874354124_6808629603001739074_n

Feivest UNIT

12096089_918346358256509_8412102219736909586_n

André, Martha e açaís!

12118722_924977204260091_138064810902090659_n

Sunshine e O. Benson! kkk Missa Tridentina na Igreja São Francisco de Assis – Povoado Rio das Pedras – Itabaiana/SE

12144813_906682976091105_3566446192574524160_n

Fabi e Bia, Feivest UNIT. Mortas de cansadas, mas felizes! (Ignorem esse meu cabelo chitãozinho e xororó, obrigada)

12241325_935297889894689_3190931080632136638_n

Martha e Karla, aniversário de Martha

12294772_939634422794369_1019960907482485947_n

Turma de Psicologia e festa do “até logo, prof. Bia!”

1934901_949538095137335_2666217553683704316_n

10151289_949861915104953_1174173737848476710_n

Mateus, eu, dona Giullia, Jasse, Marcela e Lívia. Amigo Secreto no Unit Idiomas.

12115420_1046806675343629_6488746496631068628_n

Aniversário surpresa de Gladson após a Feivest UNIT… Otávio, Francis, Luna, Isadora, João, Adenilson, eu e Adriana.

12341569_943851055706039_8831387989402783224_n

myaranirley

Mayara ou Merida? 🙂

IMG_20150725_175108777

1ª comunhão de Anderson, dia muuito feliz!

IMG_20150922_120903618_HDR

Olímpio. Pessoas normais indo à praia de jeans :p

IMG_20151017_161641805Snapchat-608340101277978984

Snapchat-7708251037569116637

Yasmim e Gal, Semana de Psicologia

Snapchat-8867249217577208002

Paz e bem, feliz 2016!

“Tudo coopera para o bem daqueles que amam a Deus.” (Rm 8, 28)

Por Vitória Regina ❤